segunda-feira, 28 de novembro de 2022

BREVET 200KM / DESAFIO 100KM ASFALTO 2023


INSCRIÇÕES: https://www.bikedosul.com.br/evento?brevet-200-e-desafio-100&id=167

Brevet 200km: 135,00

Desafio 100km: 95,00

- Inscrição somente será considerada após envio do formulário preenchido e do pagamento até a data limite de 05/01/2023

2 - Inscrições fora do período não serão consideradas e os valores devolvidos.

3 - Jovens de 16 e 17 anos podem participar do evento somente acompanhados dos pais.

 

BREVET 200KM E DESAFIO 100KM DE ASFALTO

 

BREVET 200KM

Prova de ciclismo de longa distância, não-competitiva, promovida pelo clube Audax Santa Cruz.

Santa Cruz do Sul – RS

Data: 08/01/2023

Largada e chegada: Paragem, Rodovia 287, km96  - Santa Cruz do Sul – RS

Horário largada: 6h

Percurso: Santa Cruz do Sul, Passo do Sobrado, Vale Verde, General Câmara, São Jerônimo.

Brevet Randonneur válido pelo calendário Randonneurs Brasil e Audax Clube Paris:

Regulamento dos Brevets Randonneurs Mundiais:

http://www.randonneursbrasil.org/regulamento-brm/

ITENS OBRIGATÓRIOS:

-Capacete

-Colete refletivo de boa qualidade

-Luz dianteira fixada na bike e em funcionamento

-Luz traseira vermelha utilizada no modo contínua.

Premiação: Medalha, certificado e homologação Randonneurs Brasil e ACP

Todos os participantes estarão segurados por seguro de acidentes para o dia do evento.

ITENS INCLUSOS NO VALOR DA INSCRIÇÃO:

- Carros de apoio em todo o trajeto (com resgate);

- Café da manhã;

- Água, fruta e as tradicionais cucas de Santa Cruz nos PCs;

- Almoço para os atletas do Brevet 200km;

- Seguro;

- Medalha e Certificado alusivos ao evento;

- Estacionamento Gratuito;

- Fotos gratuitas.

CRONOGRAMA:

Dia 07/01/2023 (Sábado)

*Entrega dos kits da prova - Loja Luiz Faccin Bicicletas, Av. Dep. Euclides N. Kliemann, 544 das 8h30 às 12h30.

Dia 08/01/2023 (Domingo)

*05h - Entrega dos kits da prova e café da manhã - Avenida Independência, 2410, Santa Cruz do Sul – RS ;

*05h30 - Concentração, aquecimento e vistoria;

*06h - Largada;

*19h30 - Prazo máximo de chegada.

 

DESAFIO 100KM DE ASFALTO

Data: 08/01/2023

Largada e chegada: Paragem, Rodovia 287, km96  - Santa Cruz do Sul – RS

Horário largada: 6h15

Percurso: Santa Cruz do Sul, Passo do Sobrado, Vale Verde, General Câmara.

Itens obrigatórios:

-Capacete

-Colete refletivo de boa qualidade

-Luz dianteira fixada na bike e em funcionamento

-Luz traseira vermelha utilizada no modo contínua.

Premiação: Medalha, certificado.

Todos os participantes estarão segurados por seguro de acidentes para o dia do evento.

ITENS INCLUSOS NO VALOR DA INSCRIÇÃO:

- Carros de apoio em todo o trajeto (com resgate);

- Café da manhã;

- Água, fruta e as tradicionais cucas de Santa Cruz nos PCs;

- Seguro;

- Medalha e Certificado alusivos ao evento;

- Estacionamento Gratuito;

- Fotos gratuitas.

CRONOGRAMA:

Dia 07/01/2023 (Sábado)

*Entrega dos kits da prova - Loja Luiz Faccin Bicicletas, Av. Dep. Euclides N. Kliemann, 544 das 8h30 às 12h30.

Dia 08/01/2023 (Domingo)

*05h - Entrega dos kits da prova e café da manhã - Avenida Independência, 2410, Santa Cruz do Sul – RS ;

*05h30 - Vistoria, concentração, aquecimento;

*06h15 - Largada;

*13h15 - Prazo máximo de chegada Desafio 100km.

A prioridade da organização é o atendimento dos ciclistas que estarão na estrada.


Informações e contato:

51-3713-2281 (Luiz Faccin Bicicletas)

99817-5990/51-99930-4258 - (Organização)

e-mail: audaxsantacruz@gmail.com

blog: audaxsantacruz.blogspot.com.br

Organização: Audax Santa Cruz/ Audax Bresil

 

segunda-feira, 22 de agosto de 2022

4° PEDAL CAMINHOS DO CHOPP


4° PEDAL CAMINHOS DO CHOPP
Este ano o Pedal Caminhos do Chopp segue as estradas, trilhas e paisagens belíssimas do interior de Vale do Sol. 
Mantendo os tradicionais três trajetos, cada ciclista escolhe o melhor de acordo com seu nível de pedal.
1. Percurso mais leve e curto, para aqueles que ainda estão iniciando no pedal. (17km, 130m)
2. Percurso médio, com altimetria um pouco maior, para aqueles que já gostam de se proporcionar algum desafio. Percurso com trilha. (34km, 700m)
3. Percurso longo, com altimetria mais elevada, para aqueles que não tem medo de arriscar. Percurso com trilhas. (45km, 1243m)
OBSERVAÇÃO: as estradas NÃO ESTARÃO FECHADAS para o trânsito de veículos. Cuidado ao pedalar. 
Quando: 04/12/2022
Local: CTG Tropeiros do Vale – Linha Cristina s/n, Vale do Sol - RS
Programação:
Café da manhã e entrega dos kits: das 6:00hs até 7:15hs (incluso na inscrição)
Largada: 7:30hs
Almoço: Não incluso, disponível para venda no formulário de inscrição.
Shows: Banda típica no trajeto e banda de rock no local da largada
Chopp: no trajeto e na chegada (haverá agua e refri gelado para quem não consome bebidas alcoólicas)
Kit de ciclista: Todos os ciclistas receberão um kit com o tradicional Vale Chopp, Vale café da manhã, Placa para a Bike, Cintas para placa, Número para sorteio
Seguro: Todos os ciclistas estarão segurados com seguro contra acidentes.
Premiação: Medalha para todos os participantes que completarem a prova.

**Dois barris de Chopp serão entregues aos dois maiores grupos UNIFORMIZADOS pedalando no evento. Grupos devem estar completos e com o uniforme do grupo no momento da entrega do prêmio.**
Inscrições: 
2º lote: R$75,00 até dia 30/11/2022 no formulário na internet, no site do Bike do Sul, ou na Luiz Faccin Bicicletas, Av. Deputado Euclides N. Kliemann, 544.
Link para inscrição no formulário: encurtador.com.br/cKTZ8

OBS.: NÃO HAVERÁ INSCRIÇÕES NA HORA EM FUNÇÃO DO SEGURO DO ATLETA. A efetiva realização da inscrição se dará após a CONFIRMAÇÃO DO PAGAMENTO via depósito, pix ou dinheiro.
ATENÇÃO: Ao se inscrever o atleta deverá ter lido e entendido o regulamento do evento disponível no link: encurtador.com.br/adJTY

***Idade mínima para participação no evento nos trajetos médio e longo 17 anos. Menores de 17 só podem participar do trajeto curto, mediante assinatura do termo de responsabilidade e com a presença do responsável legal pedalando o trajeto.

Estrutura:
- Pontos de hidratação com água, cuca e frutas
- Batedores de motos 
- Carros de apoio
- Estacionamento gratuito. 
- Banheiros masculinos e femininos com chuveiro
- Placas de orientação
- Ambulância
- Demarcação do percurso
- Fotos do evento gratuitas 
- Seguro
- Local para lavar a bike
- Ciclistas da organização pedalando junto nos percursos, dando apoio e auxiliando em caso de pane mecânica
- Almoço adquirido pelo próprio atleta e familiares no ato da inscrição no formulário do evento
- Local para Camping
- Água quente e erva para o seu chimarrão gratuitos
- Feira artesanal


segunda-feira, 18 de abril de 2022

Pedal Mtb Andes 2023 - (carnaval 2023)

 



Pedal Mtb Andes 2023 - (carnaval 2023)

Organização Audax Santa Cruz - Apoio Luiz Faccin Bicicletas

De 17 a 24 de fevereiro de 2023

  • Três dias de pedal -  Morro do Cristo Redentor de Los Andes, Los Caracoles Chilenos, Barragem Potrerillos, Parque General San Martin, Vinícolas Mendonça. Distancias previstas pedalando 150 km aproximadamente.
  • Visita a vinícolas, cervejaria, Aconcágua, Ponte Del Inca e outras atrações na região de Mendonça.
  • Viagem rodoviária com ônibus leito;
  • Hospedagem em hotéis padrão quatro estrelas;
  • Seguro de viagem;
  • Guias pedalando junto;
  • Possibilidade de aluguel de bike MTB assistida;
  • Opções de passeios extras; 
  • Vagas limitadas;
  • Número mínimo 20 participantes;
  • Consulte para mais informações (audaxsantacruz@gmail.com, Luiz Faccin (51) 99817-5990 / Mariane Schmidt (51) 99930-4258)
  • Opções de bicicletas para alugal modelo normal, ou assistida.

Programação:

16/02 – Carregar bikes no ônibus (organização)
17/02 - Ida de ônibus até Mendonça. Horário: zero horas (1/2 noite). Parada na Fronteira em Uruguaiana.
18/02 - Chegada em Mendonça - Chegada hotel. Almoço, tarde livre (Passeios próximos ao hotel)
19/02 – Pedal Morro do Cristo/Caracoles Chilenos. Retorno parando no parque Aconcágua e Ponte Inca. Total de pedal: 45km
20/02 – Pedal Barragem de Potrerillos e Vinícolas. Total de pedal: Entre 45/50km
21/02 - Pedal no Parque San Martin, centro de Mend e vinícolas. Total de pedal: 50km
22/02 -  Opção de visita a vinicolas.
23/01 - Check- out hotel – início retorno*
24/02 – Chegada em Santa Cruz
*Retorno parando em passo de Los Libres para comprar vinho

Aconcágua

Aconcágua (pronunciação espanhola: [akoŋkaɣwa]) é a montanha mais alta fora da Ásia, com 6.961 metros de altitude, e, por extensão, o ponto mais alto tanto no hemisfério ocidental quanto no hemisfério sul. Ele está localizado na Cordilheira dos Andes, na província de MendozaArgentina, e está situado 112 quilômetros a noroeste de sua capital, a cidade de Mendoza. O cume também está localizado a cerca de 5 km da Província de San Juan e a 15 quilômetros da fronteira internacional com o Chile; é um dos Sete Cumes.

O Aconcágua é delimitado pelo Valle de las Vacas ao norte e a leste e pelo Valle de los Horcones Inferior a oeste e sul. A montanha e seus arredores são parte do Parque Provincial Aconcágua. A montanha tem uma série de geleiras. O maior glaciar é o Ventisquero Horcones Inferior, com cerca de 10 km de comprimento, que desce a partir da face sul da montanha por cerca de 3600 m de altitude, perto do acampamento Confluência. Dois outros grandes sistemas geleira são o Ventisquero de las Vacas Sur e Glaciar Este/Ventisquero Relinchos a cerca de 5 km de comprimento. A mais conhecida é a do nordeste ou Glaciar dos Polacos, pois é uma rota comum de subida.

A montanha foi criada pela subducção da placa de Nazca sob a placa sul-americana durante a geologicamente recente orogenia andina; mas não é um vulcão. A origem do nome é contestada; é a partir do mapuche Aconca-Hue, que remete para o rio Aconcágua e significa "vem do outro lado", o quéchua Ackon Cahuak, que significa "Sentinela de Pedra", ou Anco Cahuac, "Sentinela Branco", ou ainda o termo aimará Janq'u Q'awa, "Ravina Branca" ou "Livro Branco"




Ponte Del Inca

A Ponte Inca, localizada no meio da Cordilheira dos Andes, a 2.720 metros acima do nível do mar, é uma curiosa formação geológica. Com 47 metros de comprimento, 28 metros de largura, com uma altura máxima de 27 metros, está localizado no rio Las Cuevas, que a partir deste ponto adquire o nome de rio Mendoza. Perto está o Cerro Los Penitentes, assim chamado porque suas paredes de pedra, vistas de longe, lembram enormes monges em procissão.
Sob a ponte existem inúmeras nascentes naturais de onde emergem águas termais (calcárias mineralizadas, bicarbonatos, sulfatos clorados, etc.) a uma temperatura que varia entre os 34 e os 38 graus centígrados. É curioso o facto de qualquer objecto que se mantenha sob o banho permanente das águas termais, adquirir tal dureza devido à impregnação em sais minerais, que lhe confere um aspecto "petrificado".
Da ponte se abrem cortinas de gelo e outras composições minerais, que compõem superfícies mosqueadas de diferentes cores. As estalactites também surgem entre as várias tonalidades. Algumas manhãs, a ponte é banhada em tons de ouro. Sua luz refletida na neve e na água esculpe arco-íris etéricos. A terra então emana tons de fantasia. Essa geografia motivou, assim, sua sacralização pelos índios. A imaginação indígena concebia que a ponte deveria ter origem divina.
Fazia parte da Trilha Inca. Diz-se que o nome vem da lenda de um chefe inca que levou seu filho paralítico às águas locais para curá-lo. Ele estava acompanhado por um grupo de guerreiros. Ao chegarem, viram que um rio torrencial os separava das águas. Os guerreiros formaram uma ponte humana agarrada uns aos outros, e o chefe passou atrás deles. Reza a lenda que, ao se virarem, os guerreiros ficaram petrificados, formando a Puente del Inca.
A explicação científica diz que a ponte foi formada pela ação das águas minerais. Ao longo dos anos, o fluxo do rio abriu caminho através de sedimentos, que foram depositados no fundo por uma calha. Foi então cimentada pelas águas termais, que lhe deram uma coloração laranja, amarela e ocre.

 


Morro do Cristo Redentor de Los Andes

O monumento ao 'Cristo Redentor' é uma obra do escultor argentino Mateo Alonso que foi erguido na passagem de Uspallata, na fronteira entre a Argentina e Chile a 3854 m acima do nível do mar, por iniciativa do Monsenhor Marcolino del Carmelo Benavente, Bispo de San Juan de Cuyo, e de Ángela de Oliveira Cézar, irmã de Filiberto de Oliveira Cézar e cunhada de Eduardo Wilde, promotor da ideia.

Inaugurado em 13 de março de 1904, ele serviu para comemorar a superação pacífica de um conflito por questões de fronteira que havia levado os dois países à beira da guerra. Um fragmento do discurso do Bispo de Ancud, Ramón Ángel Jara, proferido naquele dia, resume a intenção e o simbolismo do monumento: Estas montanhas vão colapso primeiro, antes que argentinos e chilenos quebrem a paz juramentada aos pés do Cristo Redentor.

Há uma réplica do monumento no "Palácio da Paz" em Haia, onde o Tribunal Internacional de Justiça ocorrem as sessões do tribunal. A obra foi declarada "Monumento Histórico Nacional" e "Patrimônio Cultural Nacional" pelo governo argentino em 2003.

 






Barragem Potrerillos

O reservatório Potrerillos está localizado no rio Mendoza, na província de Mendoza. Sua construção começou em 1999 pelo consórcio C.E.M.P.P.S.A. (Consorcio de Empresas Mendocinas Para Potrerillos Sociedad Anónima), para controlar o fluxo de água, produzir eletricidade e água para irrigação. A barragem foi inaugurada e começou para encher em 2001, e a hidrelétrica foi inaugurada em 2003 pelo então presidente Néstor Kirchner. Está localizado a uma altura de 1380 metros acima do nível do mar, estendendo-se por uma área de 900 hectares.
A barragem é uma estrutura de rochas e argila, com uma frente de concreto. Tem 116 metros de altura e 395 metros de comprimento no topo. O reservatório tem 10 km de extensão e está localizado a cerca de 30 km a sudoeste da cidade de Mendoza.
A água do reservatório é desviada para duas hidrelétricas sucessivas, localizadas em Cacheuta e Álvarez Condarco, com capacidade combinada de 181 MW. Um túnel de 4.274 metros que parte da barragem leva a quatro turbinas Francis em Cacheuta, com capacidade instalada de 120 MW. A água continua fluindo por um segundo túnel até a usina Álvarez Condarco, onde aciona três turbinas Francis, com capacidade total instalada de 61 MW. Juntas, o complexo hidrelétrico gera mais de 850 GWh por ano. Este montante equivale a 20% do consumo anual de eletricidade da província de Mendoza.
A barragem e o reservatório perderam uma parte significativa de sua capacidade de armazenamento devido ao alto teor de lodo do rio Mendoza. Quando o reservatório foi inaugurado em 2003, sua capacidade era estimada em 627.000 barragens³, com superfície total de 1.500 ha. Estas diminuíram desde então, atingindo uma capacidade de 420.000 barragens³ e uma área de 1.300 ha. Embora essas reduções não tenham reduzido sua capacidade de produção de energia, ao contrário, reduziram sua capacidade de controlar o fluxo do rio, com consequências perigosas para o curso inferior do rio e até a capacidade do vertedouro.

 




Parque General San Martin 


Parque General San Martín é o mais antigo parque de Mendoza, fica próximo à Cordilheira dos Andes e é um dos maiores parques da Argentina. Foram plantadas árvores e plantas numa área de aproximadamente 307 hectares e o que era um deserto se tornou um enorme oásis, um verdadeiro jardim botânico, com centenas de espécies vegetais do mundo inteiro. 

Feitos com ferro fundido, os portões do parque foram comprados em Paris em 1908. Um condor e um escudo de Mendoza tornam a estrutura ainda mais imponente.

É um ótimo passeio para caminhadas e para apreciar o jardim que, por sinal, é muito bem cuidado. Os destaques do espaço são as praças, os lugares para piqueniques e churrascos, a bela fonte dos Continentes, um Monumento ao Exército dos Andes em homenagem ao General San Martin, bem no topo do Cerro da Gloria, e o Rosedal (Jardim de Rosas).

Dentro do parque estão localizados, além do zoológico, o Museu de Ciências Naturais e Antropológicas, o anfiteatro do Teatro Grego Frank Romero Day, onde acontece a Festa da Vendima, o Estádio Provincial Malvinas Argentina, A Universidade Nacional de Cuyo e até um clube de golfe!

 



Caracoles Chilenos

Ruta CH-60 (em português Rodovia CH-60 ou Estrada CH-60), ou simplesmente Ruta 60 é a rodovia chilena que corta a Região de Valparaíso no Valle Central do Chile. A rodovia se divide em dois setores, se inicia em Valparaíso e finaliza na Fronteira com a Argentina. É comumente mais conhecida como los caracoles. O trecho Quillota-Los Andes corresponde à Concessão Autopista Los Andes. No trecho de Valparaíso é conhecida como Camino la Pólvora ou acesso sul. O trecho interurbano Concón-Viña del Mar-Valparaíso, corresponde à Autovía Las Palmas ou comumente chamada Vía Las Palmas. A partir de Los Andes acende à cordilheira para terminar no Túnel internacional Cristo Redentor, continuando na Argentina como Ruta Nacional 7 a qual termina em Buenos Aires. Tem um total de 360km de extensão.
A Estrada de Los Caracoles tem, no total, 360km de extensão, com um aclive de 670m, com várias e várias curvas, quase que uma sobre a outra, desenhadas na encosta da Cordilheira.




Alguns vídeos do pedal realizado em 2020

* Vídeo da subida do morro do Cristo

https://www.facebook.com/luiz.faccin/videos/10156957854634599

 * Descida do Morro do Cristo e Caracoles Chilenos

https://youtu.be/-PI7XFxvgTA

https://youtube.com/shorts/oFolFLxMEGE

https://youtu.be/52dlEAXQ7FA

https://youtu.be/WBPDhVwEzLE

https://youtu.be/SqDKIszSJng

* Barragem Potrerillos 

https://youtu.be/rqw3e--NE30

 https://youtube.com/shorts/YYqM8qWrxD8


Algumas fotos realizadas em 2020





































Fotos do hotel










Fotos do ônibus