terça-feira, 13 de março de 2018

Pedal Caminhos do Chopp




Pedalar em meio a natureza, deparar-se com locais de natureza exuberante nunca vistos, relaxando o corpo e a mente. Por fim, ainda degustar um bom chopp e confraternizar com a família e os amigos em um delicioso almoço, ao som de Bandinha Alemã.
Serão dois trajetos:
1. O percurso mais leve e curto, 25 km, com altimetria acumulada de 552 metros, para quem curte um pedal mais tranquilo. Ideal para iniciantes. Duas trilhas.
2. percurso mais longo, 35 km, com altimetria acumulado de 712m, para aqueles que gostam de desafios e muito adrenalina. Três trilhas. 
Quando: 03/06/2018
Local: CTG Amigos do Rodeio, Av Dom Alberto Etges, Alto Linha Santa Cruz, Santa Cruz do Sul
Programação:
Café da manhã e entrega dos kits: a partir das 6:30hs
Largada: 8:00hs percurso longo; 9:00hs percurso curto
Almoço: a partir das 12:00hs
Banda típica: durante o café e o almoço
OBRIGATÓRIO O USO DE EQUIPAMENTOS DE SEGURANÇA, PRINCIPALMENTE CAPACETE. Idade minima para participação 16 anos.
Informações:
*Kit de ciclista:
- 1 Squeezze (caramanhola)
- 1 Caneco de acrílico
- Vale Chopp
- Vale café da manhã
- Vale almoço
- 1 Adesivo
- 1 Placa para a Bike
- Cintas para placa
- Seguro
*Premiação: medalha metalica para todos os participantes que completarem a prova
As Inscrições
 R$ 70,00 até o dia 23/04/2018;
Site para inscriçãowww.bikedosul.com.br
Estrutura:
- Pontos de hidratação com água e frutas
- Batedores de motos
- Carros de apoio
- Estacionamento
- Banheiros masculinos e femininos com chuveiro
- Placas de orientação
- Ambulância
- Demarcação do percurso
- Fotos do evento
- Seguro
* Sorteio de brindes
Vídeo de apresentação do pedal

https://youtu.be/sGT28lpirmw


Medalha=

Algumas fotos das trilhas=


Local de largada e chegada. CTG amigos do Rodeio, Alto Linha Santa Cruz

segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018

Fleche Audax Santa Cruz 2018 Cancelado!

Fleches Audax Santa Cruz 2018

A alguns meses assisti uma palestra onde escutei uma frase assim: “Não faça nada que traga problemas para você mesmo”!

Resumo histórico

A primeira Fleche Velócio, leia-se Fleche nacional, ou apenas Fleche, realizada no Brasil foi na pascoa do ano de 2009. A intenção de fazer a fleche veio da necessidade da conclusão deste desafio, com a devida homologação ACP, para obtenção do Título de Randonneur 5000. Este era o maior título ACP na época, nenhum brasileiro havia conquistado este título ainda.
A primeira Fleche teve a participação do Primeiro Randonneur 5000 Brasileiro e de outros ciclistas experientes que poderiam conquistar ou já tinham a intenção da conquista deste mesmo.
O regulamento Original Fleche Velócio que deu origem ao regulamento das Fleches Nacionais (fora da França) foi traduzido. Para evitar desvios do princípio original, criamos o regulamento das Fleches Randonneurs Brasil. Acrescentamos algumas exigências extras que foram criadas para sanar dúvidas sobre os regulamentos, colocar limites e devido a preocupações com a segurança. Criamos um modelo de medalha Fleches Brasil para uma possível encomenda por parte dos ciclistas que concluíram desafio.

Fleches do Audax Santa Cruz

A mais tradicional Fleche realizada no Brasil, com chegada ( ponto de Concentração) em Santa Cruz do Sul sempre teve como princípio a manutenção do espirito original da fleche, seguem alguns=
Desafio em equipe;
Percurso escolhido pelo capitão da equipe e aprovado pelo responsável com base no regulamento;
Local de Chegada em Santa Cruz do Sul;
Única data no ano para sua realização;
Não ser um evento organizado e sim um desafio da equipe;
Não cobrança do Valor de inscrição, baseado no fato de não ser um evento organizado;
Cobrança posterior a chegada dos custos conforme definidos e contratados pelos participantes. Alguns destes custos= homologação ACP, seguro de acidentes, medalha.
O espirito de confraternização na chegada entre as equipes conforme interesse dos participantes em reunir-se para almoço.
Educação dos participantes através da explicações e indicações constantes para leitura dos regulamentos e entendimento do espirito da fleche e textos explicativos. Segue um exemplo de texto=

http://audaxsantacruz.blogspot.com.br/2012/03/fleches-acp-randonneurs-brasil.html

Conquistas neste período de 2009 a 2007

Primeiro Randonneur 5000 brasileiro;
Primeira Fleche no Brasil
Primeiros organizadores de outras fleches;
Vários ciclistas com o título de Randonneur 5000 e Randonneur 10000;
Ciclistas mais experientes em longa distância;
Diversas Fleches homologadas pelo Randonneurs Brasil.

O que acontece

O trabalho inicial para a realização das primeiras fleches foi maior, o início é sempre mais difícil, depois com mais conhecimento e experiência representa mais fácil;

Na pratica diversas vezes:
- ciclistas não leram, ou não souberam interpretar os regulamentos;
- O Audax Santa Cruz não assumiu a responsabilidade por ciclistas pedalando voluntariamente na estrada e por este motivo não realizou, não realiza e não realizará cobrança de inscrições para a fleche;
- devido as dificuldades e disponibilidade de horário para a recepção dos ciclistas passamos a realizar a chegada da Fleche em uma loja de bicicletas na cidade de Santa Cruz do Sul;
- devido a pressa, cansaço dos ciclistas na chegada, aumento do número de equipes e necessidade de retorno a sua cidade de origem, o interesse por uma confraternização com almoço após a chegada ficou reduzido. Por isto realizamos por conta da empresa, local de chegada, a disponibilidade de local para banho e itens para uma confraternização mais rápida e pronta para estes ciclistas (gratuitamente).
- Alguns ciclistas não entenderam o espirito da fleche, o que realmente é espirito de equipe e a necessidade de acertar os custos realizados e contratados;
Em 2018
- A nova responsável pelas fleches no Clube Audax Paris, baseado no Espirito de Confraternização existente na França, questionou o Randonneurs Brasil sobre a necessidade de duas Fleches com chegada em locais tão próximos do RS, Santa Cruz do Sul e Porto Alegre, distancia aproximada de 150 km;
- O Randonneurs Brasil acatou esta sugestão e exige a realização de apenas uma das duas Fleches marcadas no calendário de 2018 no estado do Rio Grande do Sul.

A decisão
O Audax santa Cruz não questiona a decisão do Randonneurs Brasil e da ACP.
A decisão é pratica e se baseia no fato de que;
Teremos custos financeiros e físicos para a feche. Não dispomos de tempo para melhor organização, que nem deveria ser algo a organizar, e dificuldades para recepção das equipes. Todo o trabalho e dificuldade aumenta com uma única opção de Fleche em nosso estado. Não iremos assumir mais custos, mais responsabilidades, mais trabalho para o qual não temos tempo e motivação.
Seguindo a frase do início deste texto, baseado unicamente em nossa falta de capacidade de atender todas as demandas:

Não iremos realizar a Fleche Audax Santa Cruz em 2018 e nem será a intenção marcar fleche para os próximos anos.

Cancelado!
Flèche Brasil – 30 mar 18
Audax Santa Cruz – RS
ACP CODE: 980005
responsável: Luiz M Faccin

Aproveitamos para convidar para os nossos próximos eventos=



segunda-feira, 29 de janeiro de 2018

Brevet 300km Santa Cruz do Sul



BREVET 300km Santa Cruz do Sul
Prova de ciclismo de longa distância, não competitiva
*Trajeto com trechos novos;
*Percurso com maior altimetria (4406m);
*Carros de apoio no percurso;
*Água e alimentação nos PC'S;
*Local para lanche no local da largada/chegada (não incluso na inscrição);
*Jantar no percurso;
*Estacionamento gratuito;
*Banheiros com chuveiro masculinos e femininos;
*Seguro;
*Medalha e Certificado alusivos ao evento;
*Homologação junto ao Audax Club Parisien.


Local da largada: UNISC - Avenida Independência, 2293, bloco 1
Data da largada: 28/04/2018
Horário da Largada: 16h
Horário máximo para chegada: 12h (meio dia do dia 29/04/2018)
Horário do briefing e distribuição dos kits do ciclista: a partir das 14h, sala 102

Equipamentos obrigatórios: Capacete, dois faróis dianteiro em excelente condição, dois piscas traseiro em excelente condição, colete refletivo, manta térmica, câmara extra, bomba de ar, bicicleta devidamente revisada. *Não se considera farol extra uma bateria ou pilha extra e sim farol completo. **Não se considera pisca traseiro extra uma bateria ou pilha extra e sim pisca completo.

INSCRIÇÃO:
R$ 150,00 de 01/02/2018 até 23/04/2018. *** NÃO SERÃO ACEITAS INSCRIÇÕES APÓS ESTE PERÍODO.

LINK PARA INSCRIÇÃO:
http://www.bikedosul.com.br/

REGULAMENTO BREVETS RANDONNEURS MUNDIAIS (BRM)
http://www.randonneursbrasil.org/regulamento-brm/

MAPA DO PERCURSO
https://ridewithgps.com/routes/26788122 



Serão 7 pontos de parada entre PCs (Pontos controle) e PAs (Pontos de apoio). Aproximadamente nos quilômetros 63,08, 114,8, 165,8, 183,9, 233,8, 257,5 e 281,5. Percurso marcado via ridewithgps, portanto pode haver mudanças pequenas para mais ou para menos na quilometragem exatamente.

MEDALHA


HOMOLOGAÇÃO
Adolfo Castelli Trevizan 16h24   213812
Adriano Scheffer 19h05   213813
Alan Felipe Camargo 13h41   213814
Alex Edinger de Souza 16h30   213815
Amauri Frison 17h18   213816
André Luis Franzoni da Silva 17h18   213817
Carlos Augusto Wolff 18h05   213818
Carlos Polesello 18h05   213819
Carlos Raul dos Santos Calvete 18h05   213820
Cleber Lopes Mendes 15h25   213821
Cristian Benno Schulte 15h50   213822
Cristiano Larri Schwingel 17h       213823
Demetrio de Azeredo Soster 18h05   213824
Douglas Alexandre Feltrin   18h20   213825
Eduardo Tregnago Pagnussat 15h25   213826
Elias Ricardo Manganelli Fontoura 15h50   213827
Euclides Schiavenin 18h05   213828
Everton Rosa de Lemos 17h18   213829
Fábio Roberto Pereira 15h49   213830
Fabrício Ferrari 16h29   213831
Fernando de Assunção Pinto 15h49   213832
Gabriel Luis Vettorazzi 15h50   213833
Gian Francisco Franco Medeiros 15h42   213834
Gustavo Roberto Plautz 13h41   213835
Jair de Conto 17h45   213836 
João Rafael Vebber Fernandes 15h42   213837
José Francisco Mombach Friedrich 16h30   213838
Leandro Alves do Nascimento 17h10   213839
Leandro Cenci 13h41   213840
Leandro Grehs Leite 18h05   213841
Leo Vicente Lorenzini 14h57   213842
Lucas Farias 17h10   213843
Ludovico Wehrkamp Dick 18h05   213844
Maiquel Mattes 15h50   213845
Maiquel Pruinelli 15h50   213846
Marcelo Schaeffer 15h09   213847
Roberto Inacio Backes 16h21   213848
Robinson João Jabuonski Junior 16h30   213849
Rodrigo Rodrigues Barreto 14h57   213850
Rodrigo Rubbo 15h25   213851
Tiago Silva Alves 16h21   213852
Valter Pietzsch 15h42   213853
Vitor Hugo Matzembacher 18h05   213854
Wissthon Andres Rodrigues 14h57   213855

FOTOS

https://www.facebook.com/pg/audaxsantacruz/photos/?tab=album&album_id=1624186641028310

VÍDEOS
Pastel do Demétrio
https://www.facebook.com/audaxsantacruz/videos/1623901641056810/?active_tab=discussion
Vídeo entre saída da 471 e entrada 412
https://www.facebook.com/audaxsantacruz/videos/1623896424390665/?active_tab=discussion
Vídeo largada
https://www.facebook.com/audaxsantacruz/videos/1623893281057646/?active_tab=discussion




sexta-feira, 15 de dezembro de 2017

Pedal Caminhos do Chopp 03-junho 2018

Evento no Facebook=
https://www.facebook.com/events/150719265514907/

Pedalar em meio a natureza, deparar-se com locais de natureza exuberante nunca vistos, relaxando o corpo e a mente. Por fim, ainda degustar um bom chopp e confraternizar com a família e os amigos em um delicioso almoço.

Santa Cruz do Sul, RS.



Contato por Whats= 051-9-9658-1974


Mais informações em breve!

domingo, 10 de dezembro de 2017

Cicloturismo Vale Sagrado 2018- confirmado!

Evento confirmado. Ainda temos algumas vagas disponíveis!
Dois dias de pedal no Vale Sagrado no Peru.
Dias 29 e 30 de outubro de 2018.
Informações via whats= 051-99167-3606 ou 99817-5990 com Luiz.

Resumo do Programa de viagem ao Peru

Primeiro dia sábado 27 de outubro de 2018
Voo Porto Alegre Lima ( 6:12- 9:12) e Lima Cuzco. Previsão de chegada a Cuzco 12:25
Chegada no hotel próximo a 13:30
A tarde a partir da Praça das Armas, caminhada de aclimatação em Cuzco- Altimetria da cidade 3500 metros. Fuso horário de 4 horas a menos.
Segundo dia domingo 28 de outubro de 2018
Visitas a cidade de Cuzco
Terceiro dia- segunda feira dia 29 de outubro de 2018
Primeiro dia de pedal.
Serão 82 ou 92 km conforme opção de visita a mais um sitio arqueológico.
Pernoite em barracas;
Paradas com alimentação e hidratação;
Carro de apoio;
Guias acompanhando o grupo de ciclistas
Aluguel de bicicletas, seguro, alimentação, pernoite, jantar, visitas a sítios arqueológicos inclusos.
Quarto dia- terça feira dia 30 de outubro de 2018.
Aproximadamente 40 km de pedalada em percurso plano seguindo o rio.
Chegada a Ollantaitambo prevista para as 14 horas.
Visita a sitio Arqueológico em Ollantaytambo.
Pernoite em pousada.
Quinto dia- quarta feira dia 31 de outubro de 2018
7h da manhã trem para Águas Calientes
Ida a Machu Picchu com van
Ultimo retorno de Machu Picchu às 17 horas
Sexto dia- quinta feira dia 01 de novembro de 2018.
Retorno de Trem para Ollantaytambo.
Van às 9:30 ou ½ dia até Cuzco para chegada a tarde.
Sétimo dia- sexta feira dia 02 de novembro de 2018
Dia livre para visitas em Cuzco.
Opções de visitas a outros locais. Opção Montanha colorida.
Oitavo dia- sábado dia 03 de novembro de 2018.
Retorno a Porto Alegre.
Vôos de Cuzco a Lima e de Lima a Porto Alegre.

Programação sugestão com detalhes a serem definidos no grupo de participantes.

Informações extras

Cicloturismo
Limite minimo de 15 participantes e máximo de 25 que são as bicicletas disponíveis.
Bicicletas utilizadas serão bikes full suspension de ótima qualidade;
Distribuição das bicicletas será realizada no inico do cicloturismo na Praça das Armas em Cuzco. Alocação das bicicletas conforme tamanho dos ciclistas e adaptações de bikefit realizadas por Luiz  Faccin;
Teremos dois guias locais no cicloturismo e mais dois guias Luiz Faccin e Luis Leandro Grasel;
Bicicletas serão alugadas no Peru. Cada ciclista deverá levar o seu equipamento;
Pernoite em barracas duplas que estarão montadas no local quando da chegada dos ciclistas;
Cicloturismo tem uma dose de aventura controlada e a ideia é curtir dois dias de contato com a natureza e as pessoas no Peru;
Altimetria de Cuzco é de 3500 metros, clima quente e seco na epoca escolhida para a realização do cicloturismo;
Pessoas sedentárias, não é o caso dos ciclistas, podem ter dificuldades de aclimatação. Intenção é chegar em Cuzco logo após o 1/2 dia e realizar uma caminhada a tarde na cidade para a aclimatação e conhecer pontos turísticos na cidade.
Será realizado pedalada de dois dias com acampamento em barracas para treinamento e inegração do grupo de participantes.
Quem não participar do cicloturismo, existe opção de combinar para ir no acampamento para o pernoite e visitas aos mesmos locais visitados durante o cicloturismo. Informações e opções individuais a combinar;
reservas e pagamentos serão realizados com a empresa Santa Trip de Santa Cruz do Sul. Contato Pedro Wetzel;
Para valores e mais informações entrar em contato via whats ou ligação para os números indicados acima;
Cicloturismo será inédito;

Localidade de Chinchero, primeiro ponto de parada do cicloturismo.
O atual povoado de Chinchero e Ollantaytambo, assim como outros lugares da região, estão assentados sobre antigos povoados pré-hispânicos.
Praça das Armas, local de inicio do Cicloturismo em Cuzco;


Vídeo na cidade de Cuzco no Peru


Sitio arqueológico de Moray, local que será visitado durante o cicloturismo.
Moray
O local era uma espécie de laboratório agrícola dos incas, onde se destacam as construções em patamares circulares e concêntricos, com vários canais de irrigação. Outra característica marcante do lugar é a diferença de temperatura média entre a parte superior e os círculos inferiores, que pode chegar a 15 ° C para um desnível de apenas 150 metros!

Dizem que ali cresciam cerca de 250 tipos de plantas, se beneficiando deste gradiente térmico elevado que dava origem a vários microclimas.
Fotos realizada em uma das estradas onde será realizado o cicloturismo.
Mercado de Rua em Pisac
Peru Trail
Rio Urubamba


 Chegando no Rio Urubamba



Sitio de Ollantaytambo
É a única das cidades fortalezas do tempo do Império que segue habitada. Em verdade, Ollantaytambo era um centro militar e seus portões defendiam os caminhos que levavam a cidades como Machu Picchu.
Durante a conquista espanhola, Ollantaytambo virou capital do Império durante a revolta Inca mais exitosa e duradoura, liderada por Manco Yupanqui, que reforçou as defesas da cidade.
Olantaytambo
Aguas Calientes

Águas Calientes.
Ultimo local antes de subir a Machu Picchu

Machu Picchu



Praça das Armas- Peru

chegada em Ollantaytambo no Peru